Pular para o conteúdo

3 de julho de 2012

5 frases que matam ideias inovadoras

por innovacentro

Especialistas afirmam que o questionamento faz parte de um processo inovadorVocê teve uma ideia que lhe pareceu brilhante, mas que foi descartada logo após ser apresentada para o seu sócio. Para Henrique Machado Barros, professor de estratégia empresarial e inovação do Insper, o questionamento de uma ideia inovadora pode torná-la mais robusta e viável, só que é preciso que o empreendedorou funcionário não se deixe guiar apenas pela emoção e seja auto crítico.

“Empresas em geral, apesar de se dizerem inovadoras, são muito hostis a novas ideias. Pois naquele momento aquela ideia pode atrapalhar o funcionamento de algum departamento”, afirma Guto Grieco, coordenador do Centro de Inovação e Criatividade da ESPM. Ele ressalta que se alguém for receptivo demais a uma ideia diferente é porque tem algo errado.

Para Barros, é natural que as pessoas se sintam desconfortáveis, pois inovação remete a mudanças. “É muito melhor continuar do jeito que as coisas estão do que mudar nossa forma de trabalhar. Ao lidar com coisas que a gente não está acostumado a fazer, criamos uma barreira de maneira instintiva”, explica.

Com a ajuda de Grieco, Barros e Andrea Piscitelli, consultora e especialista em gestão de pessoas, Exame.com listou alguns jargões que podem, sim, matar ideias inovadoras.

1. Isso já foi tentado antes.

Barros explica que essas frases normalmente são ditas por pessoas que estão no mercado há mais tempo e que têm experiência no ramo. “Elas acham que o que não funcionou antes não funcionará agora também”, explica.

Para um empreendedor que acredita na ideia, o ideal é que ele exponha argumentos que mostrem que o contexto da ideia é diferente, que hoje a empresa, por exemplo, detém um recurso que não tinha antes. Ao ser questionado, ele poderá refinar a ideia e os argumentos.

“Pode ser também que a ideia foi pensada antes, mas não foi testada propriamente, pois se a ideia foi testada é possível questionar o que deu errado”, afirma Grieco.

2. Será que vai funcionar?

Os especialistas afirmam que o empreeendedor não se deve deixar abater com dúvidas sobre o funcionamento da ideia. “Ela não deve ser tratada apenas como uma frase negativa”, afirma Barros. Ele afirma que esta frase deve ser usada como um incentivo para buscar mais argumentos que sustentem a ideia proposta.

3. Essa ideia demorará para ser implantada.

Grieco afirma que projetos inovadores levam tempo para serem implantados. “Poucas empresas tem áreas de inovação de curto prazo. Quem quer de fato inovar tem que apostar um pouco mais além”, afirma.

É preciso que o empreendedor não desanime e tenha uma visão macro de sua ideia, como apontar os benefícios do projeto no futuro.“Isso pode levar à diversificação do portfólio de serviços da empresa”, explica Grieco.

4. Essa ideia custará caro.

“É preciso fazer o dever de casa: apresentar os gastos e apontar quais são os principais benefícios da ideia”, afirma Barros. Quando a pessoa é “barrada” somente pelo argumento dos custos, ele recomenda outro tipo de abordagem. “Apresentar os custos de não implementar a ideia e reforçar em quais pontos a empresa ganhará”, explica.

5. Isso nunca foi feito antes.

“Na verdade o questionamento deveria ser: ‘por que não?’”, afirma Grieco. Ele explica que a maioria dos projetos inovadores envolvem várias áreas, o que explica a dificuldade de testar na prática. Publicado na Exame.com,em 30/05/2012.

Anúncios
Leia mais de Notícias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Observação: HTML é permitido. Seu endereço de e-mail nunca será publicado.

Assinar os comentários

%d blogueiros gostam disto: