Pular para o conteúdo

14 de fevereiro de 2012

Brasil deve criar nova imagem para o mundo

por innovacentro

Segundo Reinaldo Pamponet, dono da consultoria de marcas ItsNoon, as mudanças econômicas pelas quais o país passa trazem a necessidade urgente de se construir nova identidade por meio de inovação.

A nova posição de destaque em que o país se encontra diante da crise que assola o mercado internacional trouxe à tona um questionamento: qual será o Brasil do futuro próximo?

Segundo Reinaldo Pamponet, criador da consultoria de economia criativa ItsNoon, a necessidade de o país criar sua própria identidade econômica, política e social se faz urgente. E é por meio de marcas e empreendedorismo que o país irá se destacar.

“Estamos saindo da era industrial e entrando na era da criatividade. Temos todos os recursos necessários para criar o novo imaginário do Brasil lá fora”, diz.

Segundo o empresário, que já foi executivo de corporações como Microsoft, Citibank e Gemini Consulting, o país possui todas as condições para ser inovador e criar sua “patente” para o mundo, mas deve se livrar dos velhos costumes.

“O Brasil tem tecnologia de ponta, é um país conectado, tem bossa nova, Havaianas e tem Embrapa. Agora temos de sair da sombra dos Estados Unidos e da Europa”, adverte.

Pamponet é um dos defensores do Crowd Economy – economia feita por todos de forma sustentável -, que funciona a partir do modelo de crowdsorcing (produção feita a partir da inteligência e os conhecimentos coletivos e voluntários pela internet).

E foi neste contexto que nasceu em 2010 o portal ItsNoon, que, apesar do nome em inglês, trata de inovação totalmente brasileira. O nome é uma referência ao horário do meio-dia, momento em que o sol está brilhando e, portanto, ninguém faz sombra a ninguém.

Hoje, a empresa criada por Reinaldo conta com cerca de dez mil usuários e atende a um dos princípios da sustentabilidade. “A rede ItsNoon permite que as pessoas se expressem e trabalhem sem sair de casa”, diz Pamponet.

Casa de ideias

O portal abriga iniciativas em formatos de vídeo, quadrinhos, foto, poesia, texto e música. Assim que é publicado um trabalho, os outros participantes podem avaliá-lo e remunerá-lo em girassóis – moeda virtual criada pela rede – que tem equivalência ao real – ou seja, 1 girassol é igual a R$ 1,00.

A rede ItsNoon realiza programas em parceria com empresas “chamadas criativas”. São propostas feitas por empresas, agências de publicidade e governos que remuneram em dinheiro as melhores respostas.

A última foi realizada de 18 de abril a 22 de junho do ano passado e se baseou na pergunta “o que é economia criativa para você?”, e cerca de 500 pessoas responderam à chamada. Destas, 80 tiveram seus trabalhos selecionados e cada um recebeu R$ 200,00.

Conceito novo

Reinaldo Pamponet classifica a si mesmo como um “servirólodo” da rede, ou seja, se vira para vir a ser, terminologia inventada e difundida pela ItsNoon.

Empresas como Vivo, Itaú, Telefônica, Santander e Kraft Foods fazem parte da rede criada por Pamponet para entender o que o público contemporâneo pensa.

Neste sentido, o papel da empresa, segundo o executivo, é facilitar o diálogo entre as duas pontas, criando oportunidades de aprendizagem nos temas de economia criativa e sustentabilidade, considerados ainda tímidos no Brasil, segundo Reinaldo.

Publicado no Brasil Econômico, em 06/02/2012 (por Thais Moreira)

Anúncios
Leia mais de Notícias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Observação: HTML é permitido. Seu endereço de e-mail nunca será publicado.

Assinar os comentários

%d blogueiros gostam disto: