Pular para o conteúdo

19 de janeiro de 2012

Yang põe fim a uma era na Yahoo

por innovacentro

A Yahoo Inc. chegou oficialmente ao fim de uma era, para alegria de muitos investidores.

Jerry Yang, um dos fundadores da gigante de internet, anunciou na noite de terça-feira seu pedido de demissão do conselho administrativo, encerrando um reinado de 17 anos que começou quando ele ainda era estudante de pós-graduação da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, em meados dos anos 90.

A saída de Yang, que já tinha deixado o cargo de diretor-presidente pela segunda vez no fim de 2008, depois de uma tentativa fracassada da Microsoft de comprar a empresa, pode abrir o caminho para a Yahoo vender parte de seus valiosos sites, como o Alibaba e o Yahoo Japan.

O momento do pedido de demissão de Yang também é interessante, especialmente diante da tinta ainda fresca no contrato do ex-diretor-presidente da PayPal, Scott Thompson, contratado recentemente para ser o novo líder executivo da Yahoo.

A reação à saída de Yang foi positiva, a se considerar o desempenho da ação da empresa. O papel, que vinha sendo negociado entre US$ 14 e US$ 15 na Nasdaq, chegou aos US$ 16 ontem, antes de fechar em US$ 15,92, com alta de 3,18%.

Daniel Salmon, analista da BMO Capital Markets, disse que, embora as mudanças no conselho não sejam surpreendentes, o pedido de demissão de Yang foi feito de maneira inesperada. “Acreditamos que o impacto maior no curto prazo seja uma diminuição da possibilidade de uma briga longa dos acionistas com a empresa”, disse ele.

Yang, de 43 anos, vinha sendo criticado por seus vários papéis na empresa de Sunnyvale, Califórnia. Alguns investidores questionavam se Yang não teria conflitos de interesse em meio às tentativas recentes da empresa de explorar opções estratégicas, incluindo a venda de partes ou de toda a empresa.

Jerry Yang “era o maior obstáculo à venda da Yahoo”, inteira ou em partes, disse Justin Post, analista do Bank of America Merrill Lynch.

Sua saída também pode dar mais margem de manobra para o novo diretor-presidente. A demissão “cria uma oportunidade para [Thompson] estabelecer melhor qual é a sua cultura operacional”, disse Salmon, da BMO.

Mas a mudança não elimina a percepção de um caminho difícil para a empresa.

“Vai ficar muito mais difícil a tentativa de recuperar as principais operações da Yahoo”, disse Heath Terry, analista da Goldman Sachs.

Terry observou que a empresa “continua perdendo participação do tráfego de visitantes” em vários dos segmentos em que atua. “Acreditamos que no curto e médio prazos, os obstáculos estruturais e de mercado enfrentados pela empresa são severos demais para ela superar.”

Publicado no Wall Street Journal, em 18/01/2012

Anúncios
Leia mais de Notícias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Observação: HTML é permitido. Seu endereço de e-mail nunca será publicado.

Assinar os comentários

%d blogueiros gostam disto: