Pular para o conteúdo

6 de dezembro de 2011

Trabalho interativo melhora a inovação

por innovacentro

Colaboração entre profissionais é campo fértil para o surgimento de soluções inovadoras


São, geralmente, as interações informais e não planejadas entre diferentes departamentos e pessoas que propiciam o campo mais fértil para o surgimento das mais inovadoras soluções no ambiente corporativo. Essa é uma das conclusões de uma pesquisa conduzida por Rob Cross, professor de administração da McIntire School of Commerce, ligada à University of Virginia e Peter Gray, professor da McIntire School.

Divulgada na revista MIT Sloan Management Review e reproduzida recentemente pela HSM Management, a pesquisa reuniu 1,4 mil diretores de TI e revelou também que as principais prioridades das organizações são melhorar os fluxos dos processos de negócios, reduzir custos e aumentar a eficiência da força de trabalho.

Uma das respostas mais sofisticadas para essas demandas é o estabelecimento de redes de colaboração internas, que são capazes de propiciar um desempenho geral mais otimizado a toda a organização. E isso por meio de quatro formas:

1) Ganhar escala pela colaboração global e eficiente;

2) Impulsionar o envolvimento e o desempenho da força de trabalho;

3) Alinhar o trabalho colaborativo com parceiros e stakeholders externos;

4) Minimizar as ineficiências da rede e os custos do trabalho colaborativo.

A afirmação foi comprovada por outra pesquisa, realizada pelos pesquisadores José Roberto Tálamo, do Departamento de Engenharia de Gestão, da UFABC (Universidade Federal do ABC), e Marly Monteiro de Carvalho, do Departamento de Engenharia da Produção, da Poli-USP (Universidade Politécnica da Universidade de São Paulo).

Em “Redes de cooperação com foco em inovação: um estudo exploratório”, os pesquisadores afirmam que “os resultados obtidos demonstraram que a estruturação na forma de redes de cooperação traz resultados efetivos às empresas integrantes, dotando-as de competitividade e flexibilidade frente aos desafios de mercado. Porém, exige amadurecimento tanto da rede de cooperação quanto dos próprios empresários que a integram, a fim de superarem suas próprias dificuldades culturais, evitando barreiras ao aprendizado e ao perfil sinérgico”.

O fator motivador à formação das redes é a possibilidade de expansão dos negócios associado ao potencial de compartilhamento de atividades. O sucesso das redes de colaboração interna dependem da gestão do risco do comportamento oportunista. Ou seja, de elementos da rede atuarem em benefício próprio e não visando a evolução do grupo – e da empresa.

Também perdem sentido, segundo os pesquisadores, as estruturas tradicionais de hierarquia, subordinação e relação: “O fator confiança deve ser tratado como um custo operacional e incorporado aos instrumentos legais estabelecidos pelo grupo”, afirmam os pesquisadores brasileiros.

Nesse contexto, fica a cargo dos integrantes da rede a adoção de instrumentos de gestão e controle adequados, evitando sempre a formalização excessiva. Ou seja, que impeça a evolução da rede ou o bloqueio de seu fluxo de informação. A finalidade é sempre preservar o caráter sinérgico e o aprendizado criativo.

Exemplo de sucesso é o case da *Monsanto, que no ano 2000 viu uma equipe mundial de funcionários implementar um sistema de transações globais. Bem sucedido e produtivo, o grupo chamou a atenção da alta gestão da empresa. Resultado: a Monsanto empenhou esforços em nível mundial para abranger, numa grande rede de colaboração, todos os seus 1,2 mil profissionais de TI espalhados pelo mundo.

*Para ler mais sobre o case da Monsanto, acesse o PDF da matéria na revista HSM Management. (Disponível apenas para assinantes)

Publicado no Portal HSM em 21/09/2011

Anúncios
Leia mais de Notícias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Observação: HTML é permitido. Seu endereço de e-mail nunca será publicado.

Assinar os comentários

%d blogueiros gostam disto: